Exercícios aquáticos e a boa gestação

pexels-photo-57529

Exercícios físicos supervisionados na gravidez minimizam desconfortos e promovem vários benefícios durante a gestação, parto e pós-parto

Durante o período gestacional a mulher passa por várias alterações fisiológicas, hormonais, posturais e emocionais. Dentre essas, as alterações mais intensas são as de nível fisiológico, ou seja, mudanças corporais e hormonais. Para minimizar possíveis efeitos negativos destas alterações, além do acompanhamento do obstetra, são necessárias uma alimentação saudável e equilibrada, exercícios físicos e qualidade do sono. Estar ativa assim é essencial nesse período, mas antes de iniciar qualquer exercício físico, é necessário a liberação do obstetra!

Uma pesquisa realizada pela Universidade de Campinas (Unicamp) reforça os benefícios da atividade física nesse período: além de manter a boa forma, o exercício ainda pode minimizar as dores na hora do parto. De acordo com os resultados, apenas 27% das gestantes que realizaram aulas de hidroginástica durante a gravidez solicitaram algum analgésico no momento das contrações, contra 65% do grupo de controle, fato que comprova a eficácia dos exercícios físicos em meio aquático na redução das dores no trabalho de parto.

Segundo uma das responsáveis pelo estudo, Dra. Rosa Inês Costa Pereira, anestesiologista e professora da Unicamp, uma das explicações é que a prática melhora as condições psicofísicas das mulheres. No lado psíquico, ajuda o fato das gestantes se reunirem frequentemente umas com as outras para realizar as aulas de hidroginástica, tendo uma importante interação social com outras futuras mamães além de saberem que estão cuidando de sua saúde e de seus bebês.

Porém o lado físico também é essencial para a boa gestação. Os exercícios direcionados para as gestantes feitos em meio aquático e durante as aulas de alongamento e relaxamento trazem diversos benefícios como a diminuição das dores lombares, articulares, nas pernas e nos pés. Eles estimulam a irrigação sanguínea melhorando a circulação e reduzindo edemas, câimbras e desconforto nos membros inferiores, além de fortalecer a musculatura. Tendo ênfase em exercícios mais direcionados, trabalha-se o fortalecimento dos músculos do assoalho pélvico – períneo – o qual ajuda a oferecer maior apoio ao útero, reduzindo a pressão sobre a bexiga, e segundo a obstetra Catia Chuba, facilitando a passagem do bebê prevenindo a necessidade de uma episiotomia.

Na Mori, você encontrará o Programa para Gestantes que consiste em duas partes: alongamento e relaxamento seguidos da hidroginástica, ambos com exercícios apropriados para ajudar as gestantes a passar pelas alterações naturais da fase da melhor forma possível, reduzindo o desconforto e auxiliando na saúde da mãe e do bebê.

Professora Neuza Fonseca – Educadora física e fisioterapeuta

Mori Escola de Natação
CLIQUE AQUI PARA AULA EXPERIMENTAL GRATUITA
2017-10-31T13:07:07+00:00

Deixar Um Comentário

três × quatro =