A história da hidroginástica e hidroterapia entre os séculos ajuda a entender suas vantagens

A hidroginástica e hidroterapia por muito tempo está presente no hábito das civilizações

A história da hidroginástica e hidroterapia entre os séculos ajuda a entender suas vantagensA história da hidroginástica remonta dos romanos, entre os períodos de 460 a 375 a. C.

Nessa época, eram utilizados diversos tipos de banhos: frios, chamado de Frigidarium, como forma de recreação; tépido (Tepidarium) em local com ar aquecido; quente (Caldarium) em ambiente fechado, com ar saturado úmido e quente.

Esses banhos tinham relação com os costumes locais, hábitos de vida e tinha alguma relação com o sagrado, mas ainda não havia um propósito claro de atividade física.

Na Europa, durante os séculos XVIII e XIX, os banhos mornos, herdado dos romanos, foram utilizados como uma forma de hidroterapia, mas ainda não possuíam estudos e técnicas que pudessem ser comparados à hidroginástica.

Com o passar dos anos, as várias temperaturas da água começam a ser utilizadas, a partir de um aprofundamento dos estudos sobre suas propriedades físicas e também as reações e efeitos sobre os tecidos e órgãos do corpo humano.

Na Alemanha, por volta de 1722, os banhos mornos eram utilizados para aliviar espasmos musculares e nos pacientes necessitados de relaxamento.

Já em 1779, em Edimburgo, foi empregado o banho frio para tratar a febre nos pacientes.

Em sequência, em 1830, Vincent Pressnitz iniciou uma combinação diferente: usou a água fria e exercícios vigorosos, pois acreditava que essa atividade traria inúmeros benefícios para o corpo. Sua tese, a partir de então, foi considerada empírica nos meios clínicos daquela época.

A história da hidroginástica toma rumos diferentes por volta de 1835: Dr. Winternitz, de Viena, juntamente com Wright e Currie, resolveram levar o assunto dos exercícios aquáticos a um nível de pesquisa e chegaram à conclusão de que havia sentido se estudar as reações dos tecidos na água, em diferentes temperaturas, além dos benefícios no tratamento de várias doenças.

A partir do final do século XIX, os estudos ajudaram a estabelecer bases fisiológicas sólidas, o que colaboraram para o surgimento da hidroterapia, como alternativa à cura, e que fosse recomendada pela medicina.

Assim, a hidroterapia difundiu-se pela Alemanha, Inglaterra, Estados Unidos e outros países ao redor do mundo.

A história nos mostra que aliar exercícios físicos à agua traz inúmeras vantagens e benefícios vêm de séculos, comprovando a eficácia do hábito da hidroginástica  e da hidroterapia para a saúde.

Considere esta tradição, aliados a métodos comprovados no ensino e prática da hidroginástica, para escolher o local onde irá realizar suas aulas de hidroginástica.

Logo Mori 40 Anos (Contorno Branco)_pages
CLIQUE AQUI PARA AULA EXPERIMENTAL GRATUITA
2017-10-31T12:49:09+00:00

Deixar Um Comentário

11 − três =